Domínio

Domínio é o “endereço amigável” de um site, é a marca que será divulgada para as pessoas lembrarem facilmente de seu negócio e assim acessarem seu site.

Os registros de nomes de domínio no Brasil são realizados pelo Registro.BR, órgão ligado ao CGI.br – Comitê Gestor da Internet no Brasil. Cada país possui uma estrutura de registro própria e todos os nomes registrados são coordenados mundialmente pelo ICANN –  Internet Corporation for Assigned Names and Numbers.

Por convenção e acordo internacional, cada país possui um domínio de Primeiro Nível (chamado ccTDL) ligado à sigla internacional do nome do país, designado a ele pelo ICANN. No Brasil, esta extensão é o .br; é por este motivo que todos os domínios registrados no Brasil possuem a terminação .br

O CGI.br criou ainda categorias de domínios para facilitar a identificação sobre a quem pertence aquele domínio. Desta forma, foram criadas as extensões .com.br para comércio e empresas, .net.br para redes, .org.br para entidades sem fins lucrativos, .gov.br para domínios do governo, .jus.br para domínios dos tribunais e órgãos judiciários, .mil.br para organizações militares oficiais, e assim por diante. 

Cada extensão possui uma regra específica para registro; por exemplo, somente entidades governamentais podem solicitar o registro de um domínio com a extensão .gov.br (como por exemplo fazenda.gov.br que pertence ao Ministério da Fazenda Federal), garantindo-se  que os sites com a extensão .gov.br  pertencem sempre a um órgão oficial do governo. Existem, hoje, mais de 130 categorias de domínios no Brasil.

Da mesma forma, foram criadas algumas categorias internacionais genéricas, não associadas a nenhum país, por exemplo, os domínios .com, os quais são considerados internacionais, assim como as extensões .net e .org (chamados de gTLDgeneric Top-Level Domains). 

O ICANN iniciou uma massiva criação de novas categorias internacionais de extensões (chamados de New gTLDs – Novos Domínios de Primeiro Nível Genéricos) e, desde outubro/2013 até hoje, foram criados mais de 1.300 categorias de domínios passiveis de registro, como, por exemplo, .tech, .global, .live, .show, .space, aumentando de forma exponencial as opções de registro de domínios para muito além dos gTLDs e dos ccTLDs (country codes Top-Level Domains – domínios de primeiro nível para códigos de países), como é o próprio .br, mas também domínios como .uk (do United Kingdon), .cl (do Chile), .pt (de Portugal), .eu (da União Europeia), .cn (da China), .tv (de Tuvalu) e assim por diante. Praticamente todos os ccTLDs possuem duas letras que seguem a sigla internacional do nome do país o qual representa.

Como é possível perceber, um registro de nome de domínio é um processo mundial, amplo, e que requer muita atenção de uma empresa, principalmente para proteção da sua marca na internet. Muitas vezes, não basta somente registrar a marca (ex. VILAGE) como um domínio nacional (vilage.com.br), é necessário protegê-la também em outras extensões nacionais (vilage.blog.br , vilage.wiki.br , vilage.srv.br e vilage.net.br) e internacionais genéricas (vilage.com , vilage.info , vilage.online e vilage.org), assim como efetuar sua proteção em países focos de seu negócio (vilage.com.pt , vilage.com.es , vilage.es , vilage.eu , vilage.com.cn , vilage.cn e vilage.co.uk).

A VILAGE estruturou-se para não só informar os clientes quanto às questões de domínio, mas principalmente guardar os seus direitos nacional e internacionalmente, oferecendo suporte e ampla proteção para sua marca na Internet.

Precisa pesquisar, registrar e proteger sua marca na internet?

Leia também

Dono do domínio Ebola.com quer faturar com venda do endereço

Apesar de parecer uma tentativa de lucrar com uma tragédia, Schultz tem consciência da gravidade: o Ebola.com direciona o internauta para uma página de doação do Médicos Sem Fronteiras, além de mostrar uma série de textos sobre a doença.