Outras proteções

Registro de Domínio

A proteção mais básica da sua empresa feita de forma 100% segura.

Registrar

Faça seu registro com nossa equipe especializada

O que é domínio?

Domínio é o “endereço amigável” de um site na Internet. É a marca que vai ser divulgada para as pessoas lembrarem facilmente do negócio e acessarem o site. É uma parte muito essencial para construir a identidade e a presença da marca na web.

Sendo assim, registrar o domínio é o passo inicial para assegurar presença online para a empresa e aumentar sua visibilidade também na Internet. O ideal é sempre escolher um nome que seja fácil de pronunciar e de lembrar, pois isso vai facilitar o acesso dos usuários à página.

Os registros de nomes de domínio aqui no país são feitos pelo Registro.br, pois ele é o órgão ligado ao CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil). Lembrando que cada país conta com uma estrutura própria de registro. Mas todos os nomes registrados são mundialmente coordenados pelo ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers ou, em português, Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números).

É importante destacar que o CGI.br elaborou categorias de domínios para que ficasse mais fácil identificar a quem determinado domínio pertence. Assim, foram criadas as seguintes extensões:

  • com.br (para empresas e comércio);
  • net.br (para redes);
  • net.br (para redes);
  • gov.br (para domínios do governo);
  • jus.br (para domínios dos tribunais e órgãos judiciários);
  • mil.br (para organizações militares oficiais);
  • E assim por diante.

Desse modo, cada extensão conta com uma regra específica para registro. Por exemplo, apenas as entidades governamentais (como fazenda.gov.br, que pertence ao Ministério da Fazenda Federal) podem pedir o registro de um domínio que tenha a extensão “.gov.br”. Com isso, fica garantido que os sites que têm essa extensão pertencem sempre a um órgão oficial do governo. Atualmente existem mais de 130 categorias de domínios no Brasil.

Do mesmo modo, algumas categorias internacionais genéricas foram criadas, não estando associadas a nenhum país. Os domínios “.com”, por exemplo, são considerados internacionais, assim como as extensões “.net” e “.org” (conhecidas como gTLD –generic Top-Level Domains).

Por que fazer o registro de domínio?

Quem tem um negócio e ainda não tem presença online, sem dúvida alguma, está perdendo muito espaço no mercado e, claro, está deixando dinheiro na mesa. O grande problema atualmente é que, mesmo entendendo a importância de ter um site próprio, muitos profissionais e empresas acabam esbarrando na parte técnica. A primeira barreira, antes da compra de um servidor, é o registro do domínio.

Sem esse registro, os clientes jamais chegarão até a marca. Certamente você já viu por aí vários sites que não usam domínios próprios, não é mesmo? Normalmente eles têm endereços mais longos, que contêm outras informações além do nome do empreendimento. É o caso, por exemplo, de endereços que utilizam plataformas gratuitas de criação de blogs, como www.suaempresa.blogspot.com, ou www.suaempresa.wordpress.com.

Mas, afinal, como isso é possível? Bom, o que ocorre é que as plataformas de criação de sites, como WordPress e Blogger, permitem que você coloque seu site no ar sem precisar adquirir um domínio. E qual é o problema disso? Quando você faz isso, acaba dando uma aparência amadora ao seu site, o que, obviamente, prejudica a imagem do seu negócio.

Nós, da VILAGE, acreditamos que é imprescindível ter um domínio próprio. Por isso, resolvemos listar, aqui, os principais motivos para que você possa entender melhor:

  • Credibilidade: Nós, da VILAGE, acreditamos que é imprescindível ter um domínio próprio. Por isso, resolvemos listar, aqui, os principais motivos para que você possa entender melhor:
  • Memorização: é muito mais fácil lembrar um endereço próprio;
  • Divulgação: é bem mais fácil divulgar um domínio simples e que vai direto ao ponto, tanto na própria web quanto no boca a boca;
  • Alcance nas redes de pesquisa: as redes de busca, como o Google e Bing, acabam dando preferência para quem possui um domínio próprio;
  • E-mail próprio: quando você tem um domínio registrado, você passa a ter e-mails personalizados para sua empresa (por exemplo: nome@suaempresa.com.br);
  • Proteção da marca: muitos acabam se esquecendo desse ponto tão importante, mas, o fato é que qualquer pessoa pode registrar um domínio que tenha o nome da sua marca. Então, para ficar protegido, é preciso fazer o registro antes de qualquer outra;
  • Independência: quando você é dono do seu domínio, fica livre para fazer o que quiser com os arquivos e conteúdos que estão no seu site.

Qual o passo a passo para fazer o registro?

Veja, abaixo, quais são os passos para fazer o registro de domínio!

Escolha do domínio

O domínio, como vimos, é o endereço virtual que fará as pessoas chegarem até sua empresa e também vai poder ser usado nos e-mails corporativos. O mais indicado é que o nome do site seja direto, curto e fácil de divulgar e memorizar. Deixe as ideias mirabolantes de lado e procure escolher algo mais prático para soletrar.

Verificação de disponibilidade

Depois de escolher o domínio, é preciso acessar o Registro.br para consultar a disponibilidade do endereço que você deseja para seu negócio. Caso o nome esteja livre, é possível fazer o cadastro. Lembrando que nesta etapa será necessário incluir vários dados pessoais.

Registro do domínio

Aqui é preciso informar CNPJ ou CPF e o DNS do servidor no qual o site se encontra hospedado. Lembrando que o próprio site do órgão tem um serviço de DNS, podendo, assim, ser selecionado na hora do cadastro.

Pagamento do serviço

O pagamento é feito no momento do registro e posteriormente todo ano para que o domínio seja mantido.

Registro de domínio: tipos de domínio e suas diferenças

O registro de domínio demanda que você conheça quais são os tipos e também as extensões disponíveis. Ao buscar empresas de hospedagem e órgãos reguladores, é fundamental saber a diferença entre os domínios por suas extensões. Confira:

Domínios Nacionais (.br)

A extensão mais reconhecida e a mais comum em território nacional é “.com.br”. Além dessa, existem várias categorias e setores, como o domínio para as instituições de ensino superior (“edu.br”) e os domínios governamentais (“gov.br”).

Domínios Internacionais (.org, .com, .net, etc.)

Esses são coordenados pela ICANN. É uma entidade sem fins lucrativos. Vale destacar que o registro de domínio internacional não tem restrição de uso. Logo, os sites brasileiros também podem utilizar normalmente os domínios internacionais.

Consultoria personalizada para fazer o registro de domínio

Se você está construindo uma marca para seu negócio e não está conseguindo registrar o domínio, é importante ficar atento. Mesmo que você já esteja buscando o endereço no Google ou no navegador e não encontra nada, pode ser que outra pessoa também esteja construindo uma marca com o mesmo nome escolhido por você, e até mesmo fazendo o registro dessa marca junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

Vamos supor, por exemplo, que você tentou registrar “onomedasuamarca.com.br” e percebeu que não estava livre. Depois você tentou “onomedasuamarca.com” e também percebeu que não estava livre. Esse é um sinal de alerta. Por isso, é imprescindível que seja feita uma consulta no site do INPI para verificar se já existe um processo em andamento para o registro de marca.

Nesse sentido, é importante ter em mente que os resultados da pesquisa são atualizados de três em três meses. Logo, há ainda o risco de você fazer a busca, ver que está livre, mas existir um processo em andamento.

É por essa razão que o ideal é contar com uma empresa especializada para confirmar se o nome da marca está realmente livre. Outra facilidade de contar com profissionais qualificados é em casos de registro de domínios internacionais. Afinal, ele acontece em sites internacionais, o que torna inevitável o contato com o idioma estrangeiro.

Assim, quem não tem familiaridade para fazer compras em sites de outros países, é fundamental contratar uma empresa nacional para providenciar todos os trâmites. Um registro de nome de domínio é um processo mundial e bem amplo, por isso, requer muita atenção, sobretudo para proteção da marca na web. Muitas vezes, não basta apenas registrar a marca (por exemplo, VILAGE) como um domínio nacional (vilage.com.br).

É preciso protegê-la também em outras extensões nacionais (vilage.net.br, vilage.blog.br, vilage.srv.br e vilage.wiki.br) e internacionais genéricas (vilage.online, vilage.com, vilage.info e vilage.org). Além disso, é fundamental efetuar sua proteção em países focos do seu negócio (vilage.eu, vilage.com.pt, vilage.es, vilage.com.es, vilage.cn, vilage.com.cn e vilage.co.uk).

A VILAGE se estruturou para informar os clientes em relação às questões de domínio, e também para guardar os seus direitos nacional e internacionalmente, oferecendo suporte e ampla proteção para sua marca na Internet.

É imensa a quantidade de registros efetuados diariamente aqui no Brasil e em todo o mundo. A qualquer momento, pode ser que terceiros pensem no mesmo nome do seu domínio e, na Internet, o domínio é de quem registra primeiro. Então, conte com uma empresa especializada e busque registrar seu domínio o mais rápido possível para não correr o risco.

A VILAGE tem profissionais especializados e capacitados para realizar todos os processos e seguir as etapas do registro, com total segurança e cuidado. O foco da VILAGE é garantir o atendimento personalizado aos seus clientes, considerando sempre a necessidade de cada um e cobrando um preço bem justo e acessível. Seus serviços são todos certificados pelo BSI Brasil nos requisitos de operação do Sistema de Gestão da Qualidade de acordo com a ISO 9001.

Respostas dos especialistas em registro

Como um domínio funciona?

Como um domínio funciona? O domínio funciona como o modo de acesso inicial de seu usuário. Por meio dele é que os servidores onde seu site está podem liberar o acesso. O registro de domínio vem para organizar uma relação entre os nomes e endereços IP. Assim, quando um usuário digita um endereço, seu navegador faz a busca do servidor DNS. Esses servidores DNS são os que ficam responsáveis por traduzir o domínio digitado para IP, em números.

Qual a relação entre o domínio e hospedagem de sites?

Esses dois serviços funcionam de maneira integrada. Você vai precisar ter os dois para conseguir publicar um site na Internet. A hospedagem é nada mais que o serviço de armazenamento de arquivos de um site em um servidor profissional. Para acessar o site, os clientes vão digitar o endereço (ou seja, o domínio registrado por você) em um programa navegador (Chrome, Explorer, FireFox etc.). Assim, o servidor onde os arquivos foram armazenados (no serviço de hospedagem contratado por você) vai entregar todo o conteúdo ao visitante, exibindo as páginas que estão publicadas na web.

Como escolher um bom domínio para registrar?

Quando for escolher o endereço do site, ou seja, o domínio que vai ser registrado, é essencial optar por um nome de fácil grafia. É preciso simplificar, caso contrário, sempre que você informar o endereço do site ou e-mail, vai precisar soletrar e ainda vai correr o risco de a pessoa escrever errado e jamais encontrar sua página. Um bom profissional dará a melhor orientação para fazer uma escolha acertada.

É preciso renovar o registro de domínio?

Uma vez que o domínio foi devidamente registrado, é preciso efetuar a renovação desse registro anualmente. Ao fazer essa renovação você está protegendo o domínio de outras pessoas que possam ter a intenção de utilizá-lo.

O que fazer quando há algum nome de domínio capaz de causar confusão em relação ao meu nome de domínio?

Quando você se julgar prejudicado, pode lançar mão de uma ação judicial. Ou ainda, pode tentar instaurar um processo arbitral nas instituições que são credenciadas pelos órgãos ligados ao CGI. Nos dois casos, é possível pedir o cancelamento ou a transferência do registro do nome de domínio contestado.

Perguntas frequentes

O domínio funciona como o modo de acesso inicial de seu usuário. Por meio dele é que os servidores onde seu site está podem liberar o acesso. O registro de domínio vem para organizar uma relação entre os nomes e endereços IP. Assim, quando um usuário digita um endereço, seu navegador faz a busca do servidor DNS. Esses servidores DNS são os que ficam responsáveis por traduzir o domínio digitado para IP, em números.

Esses dois serviços funcionam de maneira integrada. Você vai precisar ter os dois para conseguir publicar um site na Internet. A hospedagem é nada mais que o serviço de armazenamento de arquivos de um site em um servidor profissional.

Para acessar o site, os clientes vão digitar o endereço (ou seja, o domínio registrado por você) em um programa navegador (Chrome, Explorer, FireFox etc.). Assim, o servidor onde os arquivos foram armazenados (no serviço de hospedagem contratado por você) vai entregar todo o conteúdo ao visitante, exibindo as páginas que estão publicadas na web.

Quando for escolher o endereço do site, ou seja, o domínio que vai ser registrado, é essencial optar por um nome de fácil grafia. É preciso simplificar, caso contrário, sempre que você informar o endereço do site ou e-mail, vai precisar soletrar e ainda vai correr o risco de a pessoa escrever errado e jamais encontrar sua página. Um bom profissional dará a melhor orientação para fazer uma escolha acertada.

Uma vez que o domínio foi devidamente registrado, é preciso efetuar a renovação desse registro anualmente. Ao fazer essa renovação você está protegendo o domínio de outras pessoas que possam ter a intenção de utilizá-lo.

Quando você se julgar prejudicado, pode lançar mão de uma ação judicial. Ou ainda, pode tentar instaurar um processo arbitral nas instituições que são credenciadas pelos órgãos ligados ao CGI. Nos dois casos, é possível pedir o cancelamento ou a transferência do registro do nome de domínio contestado.

Confira no blog mais conteúdos sobre Registro de Domínio

Nossa estrutura

Conheça nossos escritórios

Atuamos em todo o Território Nacional através dos nossos 30 escritórios, além de nossas sedes nos EUA, China e Alemanha.

Saiba mais

Diferenciais VILAGE

Quer Saber um Pouco Mais Sobre a vilage?

infoVILAGE

Acompanhe seus processos 24h

clique aqui e saiba mais
Praticidade e Transparência

A VILAGE Marcas e Patentes disponibiliza, exclusivamente aos seus clientes, o sistema de gestão infoVILAGE, sistema que pode ser utilizado por meio de desktop ou aplicativo para celular.

Nossos clientes também podem elaborar orçamentos de gastos com Propriedade Intelectual para o período fiscal seguinte através do levantamento de pagamentos futuros.

  • Qualidade ISO 9001

    Somos certificados pelo BSI Brasil nos requisitos de operação do Sistema de Gestão da Qualidade de acordo com a ISO 9001.

    saiba mais
  • +100.000 marcas & patentes

    Números que comprovam a seriedade e comprometimento do nosso trabalho.

    saiba mais
  • Expertise Global

    Profissionais especializados na legislação de cada país.

    saiba mais

Proteja Sua Empresa Agora Mesmo

Fale conosco

Preencha seus dados e um Consultor da sua região entrará em contato. Todos os seus dados estarão seguros (este site utiliza tecnologia de criptografia para comunicação).

Clique aqui para nos chamar no whatsapp
Preencha o formulário abaixo: