Blog VILAGE

E-commerce na prática: os cuidados para proteger seu negócio e ter sucesso

E-commerce na prática: os cuidados para proteger seu negócio e ter sucesso

Temos, hoje, um mercado em constante mudança e extremamente competitivo, e isso faz com que uma marca registrada seja um bem bastante valioso. Todos sabem que, para garantir sucesso no e-commerce, é fundamental desenvolver uma marca forte que realmente diferencie a qualidade dos produtos e o negócio em si.

Seu nome, URL e logotipo têm que ser destaque diante da concorrência. Contudo, se você fez tudo isso e não tomou as medidas corretas para registrar a marca, comece agora mesmo a pensar nisso.

Mesmo não sendo um negócio físico, o comércio eletrônico também precisa ter sua marca registrada. Além disso, o domínio do site também tem que ser registrado, ainda mais se tratando de um e-commerce. Quer saber quais são os motivos para fazer esse registro? Acompanhe a leitura e aproveite!

A importância de ter a marca do e-commerce registrada

É importante ter em mente que, mesmo que uma marca esteja sendo usada por muitos e muitos anos por um empreendimento, caso ela não esteja registrada, ela não tem proteção jurídica nenhuma. Dessa forma, uma empresa concorrente pode até utilizar a marca.

Você concorda comigo que uma marca forte traduz toda a identidade do seu e-commerce, reforçando os relacionamentos com os clientes e adicionando reputação? Mas, para não colocar em risco todo esse esforço dedicado na criação da marca, é preciso registrá-la. Pois bem, quando você faz o registro, você obtém os direitos exclusivos sobre a marca.

A experiência que se tem quando pensamos nas marcas de maior autoridade no mercado é um exemplo bem óbvio de que as decisões de compra do público são totalmente influenciadas pelas marcas registradas e, claro, pela notoriedade que essas marcas têm. Nesse sentido, é fundamental que os empreendedores compreendam por que as marcas com registro são ativos relevantes e que ajudam a expandir a empresa.

Veja quais são as principais razões para fazer o registro da marca do seu comércio online agora mesmo:

  • Garantir a expansão da marca sem perder a originalidade;
  • Evitar que sua empresa seja copiada;
  • Gerar lucro;
  • Assegurar que seu negócio cresça, sem ter que se preocupar com a proteção do nome dele;
  • Despertar o interesse de possíveis investidores.

Registro da marca do comércio eletrônico

A marca, como mencionamos, é a identidade do seu negócio virtual e o registro dela vai garantir a propriedade do serviço de comércio online.

O órgão do governo que é responsável por registrar e por proteger as marcas nacionais é o INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). O ideal é que, depois da legalização contábil da loja virtual como empresa, seja feita a legalização do registro da marca.

O processo do registro, normalmente, é concluído em 07 meses depois do pedido, se não forem apresentadas Oposições. É fundamental que o nome escolhido não esteja ativo no mercado. Quanto à validade do registro, atualmente é de dez anos, podendo ser renovada por igual período, durante o penúltimo ano de vigência, caso contrário, você perderá sua marca.

Registro de domínio do comércio eletrônico

É isso mesmo que você leu, assim como a marca, o domínio do e-commerce também precisa ser registrado. O site tem que rodar com o domínio registrado, pois vai garantir a manutenção desse site no ar e a autonomia sobre o conteúdo.

Além do mais, quando você registra o domínio, você assegura que outras empresas na Internet não usem o mesmo nome que você escolheu para sua loja virtual.

Ah! E tome cuidado com os anúncios de “registro de domínio grátis”, pois, na verdade, o que você vai utilizar é um subdomínio, e isso significa que o endereço do seu site vai ficar associado à marca que está “emprestando” o domínio a você. Sem dúvida alguma, investir em um registro próprio é muito mais vantajoso.

Enfim, como você pôde ver, tanto o registro da marca quanto do domínio do seu e-commerce confere a autonomia para operar sua loja de maneira totalmente segura e, assim, alcançar o tão desejado sucesso. Afinal, sem os registros, qualquer um pode utilizar o nome da sua empresa causando muitos prejuízos. 

Agora que você já sabe de tudo isso, já pode iniciar o processo de registro para garantir a segurança jurídica do seu comércio eletrônico.

Você certamente está se perguntando: “Como conduzir o registro da minha marca e do meu domínio de modo seguro?”. É simples: deixe tudo nas mãos de um especialista, pois contar com uma pessoa que sabe o que está fazendo torna tudo mais econômico, seguro e confiável.

Clique aqui para conversar com o nosso time que entende muito bem do assunto e que está preparado e altamente capacitado para tirar todas as suas dúvidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *