Blog VILAGE

Fez um registro de domínio grátis para o site da sua empresa? Veja por que isso pode ser um problema.

Registro grátis, veja por que isso pode ser um problema

Se você está criando um site, provavelmente, você já deve ter visto este tipo de propaganda: “registro de domínio grátis, clique aqui”.  Tome cuidado!

Tão importante quanto saber se esse serviço será, de fato, sem custo para você, é entender se essa experiência será boa ou não.

De graça, mas não é seu!

Em primeiro lugar, os anúncios de registro de domínio gratuito não costumam deixar claro que, na verdade, o que você vai usar é um subdomínio, ou seja, é um empréstimo. Então, o endereço do seu site sempre estará associado à marca que está cedendo o domínio para você.

Além disso, um subdomínio não permite que você tenha um e-mail profissional como “contato@seusite.com.br”. Logo, você perde a chance de se posicionar no ambiente online, construindo autoridade e presença.

Começar tudo de novo

Mas e se depois de usar o registro de domínio grátis, você desejar mudar para um domínio próprio? Se optou por um subdomínio, sua empresa pode ser forçada a pagar pelo construtor de sites de quem cedeu o domínio.

Neste sentido, seu site ficará vinculado a esse programa de construção, ou seja, se em algum momento quiser hospedar seu site em outro local, não será possível. Imagine você ter que começar tudo novamente?

Arriscar o grátis é mais caro

Antes de mais nada, saiba que ter um domínio próprio não é mais um serviço caro como foi no passado. A demanda aumentou  e, assim, os preços reduziram muito. Existem ainda opções de planos com descontos para quem compra um domínio para usar ao longo de dois, cinco e até dez anos.

Por isso, investir em um registro de domínio próprio é, sem dúvida, mais vantajoso. Como resultado, você terá mais visibilidade da página e, consequentemente, mais resultados em vendas, relacionamento com o cliente etc.

Registro de domínio x registro de marca

Quando falamos de registro é comum surgir dúvidas entre aqueles que não estão familiarizados com este tipo de assunto. Há por exemplo, quem ainda confunda registro da marca e registro de domínio. São coisas diferentes, mas uma não exclui a necessidade da outra.

Se você tem uma marca, sem dúvida deve protegê-la com o registro – veja aqui como você pode fazer isso. Mas, hoje, o tema é a importância do registro de domínio próprio e como ele pode ser uma extensão da sua marca na internet.

No Brasil, os registros de domínio são feitos no Registro.BR, órgão que está ligado ao CGI.br – Comitê Gestor da Internet no Brasil. Não existem dois domínios com o mesmo nome em toda a internet. Por isso, é preciso ficar atento! Um pequeno detalhe – uma letra, um número, um ponto, uma palavra com a mesma sonoridade – pode colocar sua marca em risco.

Um domínio e muitas extensões

Na VILAGE, temos um time de profissionais prontos para orientar nossos clientes quanto às questões de domínio e, também, assegurar todos os direitos da sua marca no ambiente digital, seja no Brasil ou no exterior.

Esse é um tipo de serviço fundamental porque, muitas vezes, não basta registrar uma marca, como, por exemplo, “VILAGE”; tão pouco basta registrar um domínio nacional, como “vilage.com.br”. É necessário protegê-la também em outras extensões nacionais:

  • vilage.blog.br
  • vilage.wiki.br
  • vilage.srv.br
  • vilage.net.br

Além das opções internacionais:

  • vilage.com
  • vilage.info
  • vilage.online
  • vilage.orgetc

Como saber qual o melhor caminho e como conduzir o registro do seu domínio da forma mais segura? Deixando tudo isso nas mãos de um especialista. Se este é o seu caso, tire suas dúvidas conosco!

Clique aqui para falar com quem entende do assunto e permita que seus clientes naveguem em águas tranquilas quando acessarem seu site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *