Blog

Parceria VILAGE e Ásense

A VILAGE Marcas e Patentes, através da Diretora Regional Laêmia Gondim, fechou parceria com a empresa Ásense Impulsionadora de Negócios. Clientes indicados pela Ásense contarão com descontos especiais, pesquisa gratuita de marca com parecer técnico e muito mais. Conheça mais sobre a história da empresa no texto abaixo.

Conceito e histórico da Ásense – por Leonardo Mota

A inquietude. Foi assim que surgiu o conceito da Ásense: o inconformismo dos seus idealizadores de se acomodar com o cenário econômico e de mercado no qual estavam inseridos. Estamos falando de Brasil, de Nordeste, mais especificamente da cidade de Salvador na Bahia. Daniel, Igor, Leonardo, Lucas e Ricardo (os três primeiros administradores, um engenheiro eletricista e um engenheiro civil, respectivamente), são cinco jovens baianos, na faixa dos seus 25 a 28 anos, que discutiam sobre o ambiente de negócios na capital baiana. Entre as ideias expostas nos diálogos, ficava claro o potencial que o mercado local e o país como um todo é capaz de gerar.

O vínculo inicial que ligou os sócios foi o MEJ – Movimento Empresa Júnior, de qual todos fizeram parte, mesmo que em diferentes períodos -, tida como uma das experiências mais transformadoras da vida dos cinco sócios. Mas que tipo de negócio? O que poderia garantir a eles gerar um impacto no mercado, e que estivessem alinhado com o know how em comum de todos? Uma empresa de consultoria em negócios.

Estava claro na mente de todos, portanto, que o negócio pensado (ainda sem nome) focaria em: relacionamento verdadeiro com o cliente, de não ser apenas um prestador de serviço, mas um amigo ou parceiro; que não apenas ajudaria os clientes a planejarem melhor os seus negócios, mas que estariam lado a lado executando o planejamento para que o projeto fosse implementado; e que estariam dispostos a trazer conteúdo e conhecimento teórico relevante para que os clientes aplicassem no seu cotidiano. O maior comprometimento seria com o resultado efetivo que se traria para o cliente: ajuda-lo a atingir um grande objetivo, aumentar seu faturamento, aumentar a margem de lucro, reduzir despesas, melhorar a imagem da marca, auxiliar numa tomada de decisão mais assertiva…não importasse o projeto, tinha que se trazer resultados concretos para o negócio dos clientes.

Inspirando-se no modelo de consultoria das grandes do ramo no mundo (Mc Kinsey, Delloitte, Falconi, dentre outras) e de empresas de outros segmentos (Google, Waze e Disney, por exemplo) mas que refletem valores que os sócios se espelham, chegaram à conclusão de que o negócio estaria comprometido a imergir nas empresas dos clientes, vivendo o seu dia a dia, para diagnosticar os problemas, propondo projetos de melhoria e já implementando e acompanhando as soluções pensadas. Com isso seriam capazes de manter um relacionamento próximo com o cliente, prezando sempre pelo alinhamento, se mostrando dispostos e comprometidos com os resultados, pois estariam “trabalhando no negócio do cliente como se fosse o nosso”.

Vivendo a rotina empresarial dos clientes, viram que seriam capazes de adentrar de maneira mais profunda na cultura do negócio, facilitando a percepção de necessidade de mudança, melhorias, oportunidades de negócios, além de poder enraizar novos conhecimentos técnicos a todos. Isso tudo com um foco: resultado, no final sempre deveria culminar com a melhora do resultado do cliente, estar mais próximo do que o gestor definiria como sendo o seu “sucesso”. A ideia estava muito bem construída, estavam orgulhosos do que haviam idealizado, mas o negócio ainda não possuía um nome.

Os cinco sócios então começaram a fazer um grande brainstorm para construir o nome da marca. Logo, palavras como: criar, compartilhar, desenvolver, ensinar, planejar, executar, vieram à tona. Também pensaram no que NÃO queriam ser: prepotentes, transmitir irresponsabilidade ou soberba, serem antiéticos, trabalhar por algo que não acreditam. Fizeram um resumo dos diferenciais da empresa pensados até então: parceria, relacionamento, inovação e personalização. Pensaram ainda na cultura do negócio, naquilo que queriam difundir: objetividade, foco em resultados, aprendizado, educação e ser uma empresa leve e descontraída. A partir desse DNA, surgiu então o tão desejado nome: Ásense – Impulsionadora de Negócios.

Ásense, é a junção entre três conceitos importantíssimos na formação do negócio: ágape, oriundo do latim, que significa amor, companheirismo, estar próximo; ascensão, de ascender, levantar ou impulsionar alguma coisa; e por fim, senso, que significa percepção, sentir, entender o outro. O “Impulsionadora de Negócios” vem para resumir em uma frase o conceito da Ásense. O propósito carregado pelo negócio e pelos cinco sócios é “impulsionar negócios para o sucesso”, compreendendo que “sucesso” é um conceito relativo, e que cada um determina o que é esse conceito para si.

A Àsense prega e compactua seus valores e cultura para todos aqueles com que se relacionam: fornecedores, parceiros, clientes, empresas do mesmo ramo, governo; pois entende que todas as relações devem ser regidas por essas condutas. Entende também que deve alcançar seus objetivos sem ser desonesto, pregando verdade, transparência e leveza nas relações. Para os sócios, ser um Impulsionador de Negócio é focar no resultado do cliente, no seu bem-estar e relação, pois acreditam que ambos podem e devem crescer juntas.

Compreende-se também que a Ásense, enquanto organização, sempre terá papel ativo socialmente, atuando como um agente de melhoria da sociedade. Sendo assim, a empresa também deve ter papel ativo na educação empreendedora e de gestão, através da realização de cursos, capacitações, treinamentos, transmissão de know how em projetos, se comprometendo a atuar sobre os indicadores de educação do país. Educação deve ser uma prioridade para o governo, assim como nós nos comprometemos a colaborar com esse quadro.

A inquietude sempre fará parte da cultura e propósito da Ásense Impulsionadora de Negócios, por isso, o pensamento crítico e a constante busca por novos desafios, guiam as ações de seus fundadores.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Categorías
Archivos
Ultimas noticias